fbpx

Em um cenário de crise, com consumidores reticentes e, muitas vezes, até resistentes à ideia da compra, a sua equipe de vendas pode ser a força capaz de garantir a posição de liderança da sua marca no mercado.Isso, é claro, se a sua gestão for capaz de transformar a sua equipe de vendas em uma real força de vendas.

Ficou confuso?

Então pera lá que a gente já te explica a diferença entre uma mera equipe de vendas e uma força de vendas:

 

Equipe de vendas versus Força de vendas:

 

Uma equipe de vendas é o feijão com arroz que toda empresa tem – ou seja, um quadro de funcionários designados para trabalhar com vendas, ativas ou receptivas, B2B ou B2C.

Em outras palavras, ao falarmos de equipe de vendas, estamos nos referindo às pessoas que compõe o seu time e que não necessariamente são as mais capacitadas ou motivadas para o trabalho.

Já o conceito de força de vendas aparece justamente para denominar um time altamente eficaz e produtivo na conversão de vendas.

E isso porque uma força de vendas representa uma equipe de vendas extremamente motivada, bem treinada, em sintonia com os objetivos da sua empresa e em posse de todas as ferramentas necessárias para garantir excelentes resultados na conversão de vendas.

Ora, logo se percebe que uma força de vendas não é algo que se crie por si só ou que vá aparecer ao acaso: ela é antes de mais nada o reflexo ou resultado de uma gestão empresarial com foco em resultados.

 

Como transformar a sua equipe de vendas em uma super força de vendas?

 

Se o seu time de vendedores ainda não se comporta como uma força de vendas, pode ser que o problema esteja na gestão de pessoas da sua empresa. Afinal, para manter uma equipe motivada, engajada e especialista o que faz, basta investir em algumas medidas muito simples!

Para te ajudar, listamos a seguir algumas das ações que podem ser tomadas pela sua empresa para transformar a sua equipe de vendas em uma real força de vendas:

#1. Seleção:

pode parecer até banal, mas a formação de uma força de vendas começa já no seu processo de seleção de vendedores. Ao analisar os CVs e realizar as entrevistas, priorize os perfis de candidatos que demonstrem experiência prévia na área de vendas, bons níveis de inteligência interpessoal, proatividade e formações na área, que comprovem uma busca pessoal por constante desenvolvimento profissional.

Afinal, nada pode estar mais longe de te ajudar a desenvolver uma força de vendas com potencial para alavancar os seus números do que um time acomodado, tímido e inexperiente, certo?

#2. Treinamento:

a sua força de vendas precisa ser uma especialista naquilo que vende, tanto quanto nas técnicas de vendas em uso no mercado. Por isso, na hora de oferecer treinamento, vale diversificar: treinamentos com foco nos produtos são tão necessários e válidos quanto aqueles focados na história da sua marca, nas práticas da concorrência e em técnicas de vendas.

Invista em treinamento contínuo, oferecendo formações tanto internas quanto em workshops externos. Lembre-se que as trocas de experiência e o networking realizado nesses treinamentos externos representam um excelente capital de trabalho para a sua força de vendas.

#3. Foco no Cliente:

garanta que a sua força de vendas tenha clareza de suas prioridades, isto é, o cliente. A sua equipe deve se dedicar a conhecer o perfil de clientes atendido pela sua empresa e estar aberta e receptiva aos leads ou prospects que entrarem em contato com a marca.

Empatia, boa comunicação e empolgação são características necessárias ao trato com o cliente. Afinal, é a partir da imagem desse contato com a sua equipe que o cliente desenvolverá toda uma percepção da sua marca, determinando o estabelecimento – ou não – de um relacionamento com a empresa.

#4. Alinhamento às metas da empresa:

Uma das maiores diferenças entre uma equipe de vendas e uma força de vendas está no alinhamento do time às metas da empresa. Enquanto a equipe de vendas age a partir de uma visão muito limitada dos resultados, com foco em metas individuais mensais, a força de vendas busca contribuir ao crescimento da empresa como um todo.

Esse engajamento com a marca torna a comunicação e o trabalho em equipe uma realidade no ambiente de trabalho, favorecendo as vendas da sua empresa.

#5. Reconhecimento:

A motivação é fator determinante na manutenção da sua força de vendas – e isso só é possível através de uma política interna de reconhecimento e incentivos à equipe.

Para determinar a melhor forma de demonstrar o reconhecimento da empresa pela dedicação e empenho da sua equipe de vendas, nada melhor do que estudar o perfil da sua equipe. Bonificações em espécie, participação nos lucros, oferecimento de prêmios e brindes são algumas ideias que podem funcionar, de acordo com o perfil do seu time.

Mas nem todo o reconhecimento precisa necessariamente envolver uma premiação: um agradecimento público, sob a forma de quadro do “funcionário do mês” ou até um elogio em público são ferramentas igualmente produtivas.

Por fim, lembre-se que a tônica do seu relacionamento enquanto gestor com a equipe tem um grande peso na motivação da sua força de vendas. Por isso, positividade e respeito sempre são a chave para garantir o melhor engajamento e motivação da sua força de vendas.

 

Como um sistema de gestão pode ajudar a sua empresa nesse processo?

 

Um bom sistema de gestão vai fornecer à sua força de vendas as informações necessárias para melhor atender ao cliente. Afinal, uma plataforma de gestão online permitirá que a sua força de vendas gerencie as ordens de serviço, acompanhe as variações em estoque e gerencie todo o relacionamento da sua marca com o cliente.

Um ERP com módulo CRM integrado vai garantir que a sua equipe acompanhe de perto todas as interações do seu cliente com a marca, traçando um perfil de consumo que será, posteriormente, de grande utilidade como base de trabalho para a sua força de vendas.

Além disso, a utilização de um sistema de gestão – ERP que conecte todos os departamentos da sua empresa – da gestão financeira ao balcão de vendas – vai impactar positivamente a comunicação interna da sua equipe. Isso garantirá um menor índice de erros ou desencontros prejudiciais ao cliente e à sua marca, e permitirá que a sua força de vendas permaneça focada naquilo que realmente importa: o seu cliente.

Quer experimentar? Clique no botão a baixo.

Experimente Grátis

Deixe aqui seu comentário